quinta-feira, 29 de julho de 2010

Descobrir

Descobrir! Adoro esse verbo, conjugado em todos os tempos, ele me lembra a evolução. Cada descoberta do ser humano é uma evolução, é uma acontecimento histórico. Desde o descobrimento de uma gravidez, aos primeiros passos, ao descobrimento do choro como fonte de desejos.
Cada ser humano faz descobertas incríveis ao longo da vida, algumas mais importantes, outras não tanto.
As descobertas estão sempre movendo o mundo, de alguma forma, sempre há novas descobertas, e essas novas descobertas sempre acabam gerando perguntas que geram novas descoberta e mais perguntas; a evolução humana é um processo muito complicado de se entender. É um mistério!
Eu por exemplo, estou sempre em descobertas, algumas comigo mesmo, com o meu eu, outras com o meio onde vivo, e também com o mundo. As vezes me pergunto e tento imaginar onde pode estar a cura para o câncer, talvez não seja uma descoberta e sim só uma imaginação, mas é justamente isso que pode viver uma descoberta, a descoberta nada mais é do que o ato de pensar, imaginar.

2 comentários:

euemmim disse...

BOM DEMAIS ESTE TEXTO!

COMO EU QUERO QUE DESCUBRAM A CURA DO CÃNCER!
SÓ ASSIM POSSO VIVER TRANQUILA....

SABENDO QUE JÁ VENCI ESTA BATALHA UMA VEZ....

BJO!

Zil

Michelle disse...

Oi Thaís!
Também adoro esse verbo! Tem coisa melhor que a possibilidade de decobrir coisas novas? Acho que as descobertas nos movimentam sempre!!!
Belo texto!
Beijo grande e um ótimo final de semana, ok?

BlogBlogs.Com.Br